“Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem” João 10.9 Quem já não pensou, pelo menos uma vez na vida, que estava num beco sem saída? Quando parece que os horizontes não estão bem delineados e não temos certeza de para onde a estrada que trilhamos vai nos levar, surge a expectativa por uma saída, uma porta que nos dê acesso a um novo caminho ou pelo menos a um lugar seguro e de descanso. Noutras ocasiões, quando empreendemos conquistas, buscamos uma porta que nos conduza a realização, aquela que indique que o nosso projeto terá umLEIA MAIS…

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda Judéia e Samaria, e até os confins da terra” Atos 1.8 Quando Jesus ressuscitou apareceu aos discípulos em algumas oportunidades. Eles estavam assustados e inseguros quanto ao futuro. Sentiam-se órfãos e sem perspectivas, mas Jesus tinha uma missão para eles. O cumprimento dessa missão além de propagar o Evangelho daria sentido para suas vidas, todavia havia algumas condições: eles deveriam ir para Jerusalém e esperar o derramamento do Espírito que lhes daria poder para cumprir a missão. A conquista do sentido na vida para os discípulos estavaLEIA MAIS…

“Mantenha-se aceso o fogo no altar; não deve ser apagado. Toda manhã o sacerdote acrescentará lenha, arrumará o holocausto sobre o fogo e queimará sobre ele a gordura das ofertas de comunhão” Levítico 6.12 Assim como nos tempos bíblicos, o holocausto era a figura central do altar, hoje o crente é, naquilo que tange ao relacionamento com Deus, a peça mais importante do tabuleiro da vida. Segundo a bíblia de estudo NVI, “essa oferta, portanto, talvez simbolizasse a paz entre Deus e os homens, bem como a paz interior dela resultante… o ofertante podia comer uma parte… o sacerdote também comia parte da oferta”. OLEIA MAIS…

“Mantenha-se aceso o fogo no altar; não deve ser apagado. Toda manhã o sacerdote acrescentará lenha, arrumará o holocausto sobre o fogo e queimará sobre ele a gordura das ofertas de comunhão” Levítico 6.12 Assim como nos tempos bíblicos, o holocausto era a figura central do altar, hoje o crente é, naquilo que tange ao relacionamento com Deus, a peça mais importante do tabuleiro da vida. A lenha e o fogo eram elementos essenciais no altar e ambos estavam diretamente relacionados ao holocausto. Este deveria estar arrumado! Isso significa que tudo que fazemos com o tempo, recursos e capacidades que possuímos, está diretamente relacionado, quantoLEIA MAIS…

“Não adulterarás” Deuteronômio 5.18 O seu corpo foi criado para ser habitação de Deus pelo Espírito Santo, e o ato sexual regrado dentro do casamento é uma concessão divina para promover prazer e a continuidade da humanidade. Quando a Bíblia afirma que a trindade decidiu fazer homem e mulher conforme a sua imagem e semelhança, ficou patenteado que tudo que somos vem de Deus e é para Deus. Adultério é alterar o estado original das coisas, portanto qualquer comportamento sexual que não esteja em harmonia com a concessão divina é uma aberração. A Bíblia afirma que coisas obscenas e tendenciosas à libertinagem na área sexualLEIA MAIS…

“Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem usar o seu nome em vão” Deuteronômio 5.11 Pessoas irreverentes não habitam em lugares nobres e nem ocupam posições importantes, ao menos deveria ser assim. Espera-se de pessoas importantes um falar e comportamento apropriados à posição que ocupam, pois não conseguimos imaginar como natural, por exemplo, o presidente de determinado País usar linguajar esdrúxulo ou estar embriagado na porta de um bar, afinal o seu cargo cobra dele uma postura mais requintada! Da mesma forma penso que pessoas que vivem com Deus devem ter uma postura deLEIA MAIS…

“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” Romanos 3.23 Segundo o Doutor Martyn Lloyd-Jones, pastor e médico Gales do século XIX, os cristãos são pessoas que vivenciam a convicção do pecado, que conhecem o arrependimento e que possuem uma nova vida, como resultado de um renascimento. Existem pessoas, e não são poucas, que julgam a eternidade como algo opcional e por isso vivem o tempo presente como se ele nunca fosse acabar ou se acabar, depois terão domínio sobre o que há de acontecer! Religiões apetecem o paladar carnal, de quem decidiu viver apenas essa vida com filosofias supersticiosas que determinam reencarnação,LEIA MAIS…

Lucas 23.44-46 “Já era quase a hora sexta, e, escurecendo-se o sol, houve trevas sobre toda a terra até a hora nona. E rasgou-se pelo meio o véu do santuário. Então, Jesus clamou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou“. É interessante a discussão a respeito da morte de Jesus, se foram os romanos (Poncio Pilatos), ou os sacerdotes judeus que o mataram, mas no texto de Lucas, chegamos a conclusão que ninguém poderia matá-lo, se Ele não permitisse, portanto, é correto afirmar que Jesus se doou (“Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito“ v 46),LEIA MAIS…

Conta-se a história de um rei que tinha dois filhos e queria ensiná-los com respeito à forma de como eles poderiam olhar a vida. Chamou o primeiro deles e pediu que saísse pelo reino observando tudo que havia de ruim, e anotasse as dificuldades que encontrasse. Já o segundo, foi orientado a andar pelas ruas do reino anotando todas as coisas boas que pudesse encontrar. Ao cabo de alguns dias os filhos retornaram, e o primeiro deles relatou todas as mazelas do reino concluindo que as terras de seu pai eram péssimas e que em breve estaria tudo em ruína, pois tendiam a ir deLEIA MAIS…

“Que os montes tragam prosperidade ao povo” Salmo 72.13 O cenário que serviu de pano de fundo para a construção da história do povo de Deus e os ensinamentos mais profundos que embasam a vida cristã ocorreu numa região montanhosa. O poético salmista usa da linguagem coloquial dos seus versos e vislumbra nas montanhas de Israel a bênção divina. Evidentemente tais benefícios não estão nas montanhas, mas nos ensinamentos que os fatos bíblicos ocorridos nos montes de Israel e países vizinhos trouxeram ao povo de Deus! Que os montes tragam prosperidade ao povo… Se aprendermos com as lições do Monte Carmelo onde Elias por meioLEIA MAIS…

“Mas o oficial romano tinha mais confiança no capitão e no dono do navio do que em Paulo” Atos 27.11  Normalmente esse texto é usado centralizando a vida do apóstolo Paulo e sua atitude profética em relação ao naufrágio que sofreu, mas desejo pensar no comportamento do centurião romano (oficial que comandava 100 soldados) imbuído da missão de transportar presos das províncias romanas até César, o Imperador. Esse homem vivia duas circunstâncias comuns na vida de todas as pessoas: Tinha uma grande responsabilidade e passava por um momento de tribulação para cumprir com sua responsabilidade. Ele transportava presos e passava por uma grande tempestade! Naquele momento difícil,LEIA MAIS…

“Lembre-se da minha ordem: Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Senhor, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for” Josué 1.9 A conquista da estabilidade é um grande desafio na vida, talvez o maior deles! A estabilidade financeira, emocional ou pessoal, traz em si própria um sentido de segurança e proteção ambicionada por todas as pessoas. Na estabilidade as decisões tornam-se mais sólidas e os comportamentos produzem a conquista de coisas importantes para a vida, tais como uma posição econômica e social, a construção de uma família e até mesmo um relacionamento dinâmico eLEIA MAIS…